ALERTA VERMELHO – Copasa admite que a situação de Lavras já é crítica

bombas_de_captacao_de_agua_no_rio_grande_foto_jornal_de_lavras

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), que atende 631 municípios com abastecimento de água, admitiu que a situação de Lavras é crítica. Além de Lavras, outras cidades das regiões Centro-Oeste, Zona da Mata e Sul de Minas, estão em alerta vermelho.

As cidades em situação crítica, segundo a Copasa são: Lavras, Arcos, Astolfo Dutra, Barbacena, Barroso, Campos Altos, Candeias, Conquista, Igarapé, Itapecerica, Luz, Nazareno, São Tiago, São Francisco de Paula, São Gonçalo do Pará, São José da Barra, Santo Antônio do Monte, Ubá e Urucania.

A Copasa, além de apelar por um consumo consciente, tem feito manobras para evitar quedas de fornecimento em bairros desses municípios.

A falta de água foge do controle da Copasa e a reação das pessoas são imprevisíveis. Moradores da Grande Belo Horizonte realizaram ontem, protesto devido a falta de água, mas a estatal informou que se tratou de situação, naquela região, especificamente, foi problema de manutenção, foi um fato isolado, para conter um vazamento na rede.

Em Uberaba, no Triângulo, o Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento suspendeu o fornecimento de água no domingo, como forma de recuperação da capacidade dos 10 reservatórios que abastecem o município. Mesmo assim, ontem um deles voltou a ser fechado. Medidas mais drásticas estão sendo analisadas. Em Formiga e Itapecerica, no Centro-Oeste mineiro, e em Caeté, na Grande BH, as prefeituras estabeleceram regras de consumo, proibindo o desperdício com limpeza de calçadas e veículos, sujeitando infratores a multa.

Em Lavras, a Copasa têm adotado medidas para evitar o desabastecimento, para isso, tem realizado manobras operacionais para garantir o abastecimento na cidade. Alguns moradores de bairros de Lavras e de prédios na região central, já estão sentindo dificuldades.

Na quarta-feira, dia 15, responsáveis pelo sistema de abastecimento de água em Lavras convocaram uma reunião com representantes de diversas entidades, entre elas a Polícia Militar, Usina Hidrelétrica do Funil, Defesa Civil, Prefeitura Municipal e Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais), para informar a real situação na cidade.

jornal de lavras.

 

Drogaria Teixeira - (35) 3821-6577/3821-8710/3821-6233

Compartilhe

Copyright © Guia BrasilNet - Guia BrasilNet trás Busca,Empresas,Serviços, Notícias, Humor, Dicas, Promoções, Oportunidades e Negócios de Minas Gerais