AMOR BANDIDO – ‘Era morte ou cadeia’, diz irmã de jovem que morreu após furto em MG

A família da adolescente de 15 anos que morreu em um acidente com mais duas pessoas depois do furto de um carro emAndradas (MG) falou pela primeira vez sobre o caso. Segundo Alessandra Justino, irmã de Joyce Mariane Justiano, a jovem era uma menina tranquila e começou a mudar quando se envolveu com Alex Fernando dos Reis, de 21 anos, único que sobreviveu no acidente. Ainda conforme a irmã da menina, a família era contra o relacionamento. Para ela, a jovem pagou por ter se envolvido com as pessoas erradas.

“Só tinha dois caminhos para ela. Ou era morte ou cadeia. Só quem convivia com ela conhece. Ela foi pêga sim, mas por estar envolvida com a pessoa errada. Por gostar de uma pessoa errada e fazer tudo o que ele pedia”, disse a irmã.

Joyce Mariane Justiano já tinha sido apreendida em março deste ano pela polícia por tráfico de drogas. O que chamou a atenção da Polícia Militar foi a página do perfil da menina em uma rede social, onde ela exibia fotos com uma arma na mão, munições e comentários que faziam apologia ao crime. A menor tinha também 29 pedras de crack dentro do sutiã e pretendia vender cada uma a R$ 10. Na época, a adolescente foi apreendida e liberada em seguida. Até então, ela não tinha passagens pela polícia.

No detalhe, Joyce, flagrada em março deste ano exibindo arma nas redes sociais (Foto: Reprodução EPTV)No detalhe, Joyce, flagrada em março deste ano exibindo arma nas redes sociais (Foto: Reprodução EPTV)

Único sobrevivente preso
Alex Fernando dos Reis sofreu apenas escoriações e assim que recebeu alta, foi preso por furto. Em entrevista à EPTV Sul de Minas nesta quinta-feira (11), o pai do rapaz disse esperar que o filho tenha aprendido com o ocorrido.”Só tenho a agradecer a Deus por isso. Que ele possa ter tido isso como experiência de vida e que daqui pra frente ele possa dar mais valor à vida dele”, afirmou.

Alex já tinha três passagens pela polícia por tráfico de drogas e tentativa de homicídio. Das quatro pessoas que estavam no carro, apenas Débora Cristiana Fernandes Lopes, de 17 anos, não tinha nenhuma passagem. Os outros três já tinham cometido pelo menos um delito.

Os corpos dos três jovens com idades entre 15 e 19 anos foram enterrados às 17h desta quinta-feira (11) no Cemitério Parque Bom Jesus, em Andradas. O dono do veículo que foi furtado, um comerciante de 28 anos, não quis falar sobre o assunto.

Acidente deixa três jovens mortos em Andradas (Foto: Jornal Andradas Hoje Regional)Acidente deixa três jovens mortos em Andradas (Foto: Jornal Andradas Hoje Regional)

O acidente
Três jovens com idades entre 15 e 19 anos morreram depois de furtar um carro e bater em uma plantação de eucalipto na MG-455, entre Andradas (MG) e Ibitiúra de Minas (MG) no início da madrugada desta quinta-feira (11). Segundo a Polícia Militar Rodoviária, um grupo com quatro pessoas, entre elas duas adolescentes, furtou o veículo dentro de Andradas e fugiu. O dono do carro percebeu o roubo e começou a seguir os criminosos com a ajuda de um carro emprestado por outra pessoa.

Após furtarem o veículo na Vila Mosconi, em Andradas, os jovens pegaram a rodovia MG-455, sentido a Ibitiúra de Minas. Cerca de 10 quilômetros depois, o motorista perdeu o controle do veículo, atravessou a pista e bateu em uma plantação de eucaliptos.

Joyce Mariane Justiano, de 15 anos e Débora Cristiana Fernandes Lopes, de 17 anos, morreram no local. João Alves Marcondes Neto, de 19 anos, morreu a caminho da Santa Casa de Andradas. Já Alex Fernando dos Reis, de 21 anos, foi socorrido com ferimentos leves para o hospital, liberado e preso logo depois.

eptv.

jc-ferragens2

Compartilhe

Copyright © Guia BrasilNet - Guia BrasilNet trás Busca,Empresas,Serviços, Notícias, Humor, Dicas, Promoções, Oportunidades e Negócios de Minas Gerais