FOFURA – ‘Metade de um buldogue, o dobro de amor’: cão de 2 patas ganha fãs na web

“Metade de um buldogue, o dobro do amor”. Esse é o lema de Bonsai, um cachorrinho que nasceu com vários problemas congênitos.

 

O filhote de buldogue inglês nasceu em 27 de abril deste ano, no Arkansas. Devido aos vários problemas de saúde, seu criador decidiu entregá-lo a um abrigo para animais que fica no Texas, chamado Friends of Emma, onde ele vive atualmente.

O filhote de buldogue inglês nasceu em 27 de abril, no Arkansas.

O filhote de buldogue inglês nasceu em 27 de abril, no Arkansas.

Bonsai tem uma doença chamada de Síndrome da Regressão Caudal, com problemas no desenvolvimento na parte de trás do corpo.

Ele nasceu com metade da coluna vertebral, sem pélvis e com má formação nas patas traseiras. Terá que usar fraldas por toda a sua vida, por não ter total controle da bexiga e do intestino, e será preciso desenvolver uma cadeira de rodas especial que ele possa usar.

Exames mostram que o cão tem problemas na coluna e nas patas traseiras.

Exames mostram que o cão tem problemas na coluna e nas patas traseiras.

Além disso, o filhote também tem Síndrome do Cachorro Nadador. Os cães que sofrem dessa doença ficam deitados com as patas esticadas, como se estivessem nadando. A doença pode ser revertida com tempo e tratamento.

Em junho, o filhote passou por uma cirurgia para remover as patas traseiras –elas lhe causavam dor.

Bonsai, antes da cirurgia para remover as patas traseiras, que causavam dor

Bonsai, antes da cirurgia para remover as patas traseiras, que causavam dor

Como seu tratamento é muito caro e para a vida toda, o abrigo Friends of Emma criou uma vaquinha online para arrecadar recursos. Até o dia 13 de julho, já tinham conseguido mais de US$ 13 mil.

O abrigo também criou uma espécie de diário, onde vai contando como está o filhote e postando fotos dele. As atualizações são feitas no site e também no perfil do Facebook.

O filhote já sem as patas traseiras

O filhote já sem as patas traseiras

Com essa campanha, Bonsai conquistou fãs em todo o mundo: são 33 mil seguidores no Facebook, por exemplo.

A ONG afirma que não há nenhum precedente que indique um prognóstico ou cura para o caso do cãozinho, mas que a ideia é ir levando dia após dia, e lidar com as situações que forem aparecendo da melhor forma possível.

“Amor, orações, cliques e compartilhamentos vão TODOS fazer a diferença para essa preciosidade”, diz o abrigo.

Bonsai completou 11 semanas nesta segunda-feira (12).

O pequeno cachorro completou 11 semanas de vida

O pequeno cachorro completou 11 semanas de vida

 

UOL.

 

Compartilhe

Copyright © Guia BrasilNet - Guia BrasilNet trás Busca,Empresas,Serviços, Notícias, Humor, Dicas, Promoções, Oportunidades e Negócios de Minas Gerais