LAVRAS – Família do ciclista Hernani, que morreu em acidente, contesta versão do advogado da motorista

O ciclista Hernani Cota Neto, foto reprodução Facebook

O ciclista Hernani Cota Neto, foto reprodução Facebook

Um acidente envolvendo um veículo e uma bicicleta no início do mês matou um estudante e atleta de Lavras nas proximidades do Parque Ecológico Quedas do Rio Bonito, na rodovia MG-354, que liga Lavras a Luminárias. A morte do ciclista comoveu amigos e parentes, além de deixar a comunidade lavrense entristecida.

O ciclista Hernani Costa Neto, de 41 anos, pedalava na rodovia, quando no km 567 deparou com um veículo Ford Fiesta, dirigido por uma motorista de 25 anos. Os veículos bateram de frente e o ciclista morreu no local. Na época, o advogado da motorista entrou em contato com o Jornal de Lavras e apresentou a sua versão (Clique AQUI para ler). Agora o advogado da família da vítima solicitou a publicação de uma resposta às alegações apresentadas pelo advogado da motorista.

Segundo o advogado da família de Hernani, o criminalista João Batista da Silva, a mãe da vítima, a professora Magda do Carmo Costa, ficou indignada com a versão apresentada pelo advogado da motorista. De acordo com ela, dá-se a impressão que foi Hernani o causador do acidente. Ela disse que seu filho era um ciclista experiente, o que já havia sido expressado por seus amigos nas redes sociais.

Segundo o advogado, Hernani se cercava de todos os cuidados no que tange a segurança, além de estar, no dia do acidente, usando todos os equipamentos necessários para a sua e segurança e de terceiros. Os demais ciclistas que chegaram imediatamente após o acidente, segundo a versão da família da vítima através de seu advogado, presenciaram pessoas movimentando o veiculo da posição original, ou seja, aquela do momento do acidente.

De acordo com o advogado da família de Hernani, “a perícia demonstrará toda verdade. Não se deve imputar à vítima um fato que sequer ainda foi apurado. A verdade emergirá de forma clara, cabal e incontestável. O que temos verdadeiramente, é que se tratava a vítima de um contumaz na condução de sua ‘bike’, equipadíssima, com luzes e vestuários próprios para tal”, concluiu o criminalista João Batista.

jornaldelavras.

Compartilhe

Copyright © Guia BrasilNet - Guia BrasilNet trás Busca,Empresas,Serviços, Notícias, Humor, Dicas, Promoções, Oportunidades e Negócios de Minas Gerais