LAVRAS – Lavras fechou junho com saldo positivo na geração de empregos, segundo o Caged

click_emprego_10-guiaminasnetbr

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTb), do mês de junho foi divulgado. Das cinco maiores cidades do Sul de Minas – Posso de Caldas, Pouso Alegre, Varginha, Passos e Lavras – três delas tiveram um saldo positivo, ou seja, empregaram mais que desempregaram.

Poços de Caldas, a maior cidade do Sul de Minas gerou no mês de junho 1.775 vagas de empregos e fechou 1.806, fechando o mês com um saldo negativo de -31 empregos.

Pouso Alegre, a segunda maior cidade do Sul de Minas não foi diferente no resultado, foram gerados em junho 1.565 vagas de empregos e 1.713 trabalhadores foram demitidos. Pouso Alegre fechou o mês de junho com um saldo no vermelho de -148 de empregos.

Varginha, a terceira maior cidade do Sul de Minas teve um saldo positivo, aquela cidade empregou mais que demitiu. Foram contratadas 1.694 pessoas e 1.431 vagas de empregos foram fechadas, aquela cidade terminou o mês de junho com um saldo, positivo de 263 vagas de empregos.

Em Passos, a quarta maior cidade do Sul de Minas, 1.089 pessoas foram empregadas e 928 foram demitidas, Passos fechou o mês com um saldo positivo de 161 empregos.

Lavras, a quinta maior cidade do Sul de Minas também teve bom desempenho em junho, segundo dados do Ministério do Trabalho. Em junho foram geradas 1.045 vagas de empregos e 813 pessoas foram demitidas, com isso a cidade fechou o mês com um saldo positivo de 232 vagas preenchidas.

O comércio e a agropecuária foram responsáveis pelo saldo positivo das contratações em Lavras. O comércio gerou em junho 248 vagas e fechou 198, deixando um saldo positivo de 50 empregos. Mas foi a agropecuária a responsável pelo maior saldo. Em junho o setor abriu 399 vagas e fechou 43, deixando um saldo positivo de 356 vagas preenchidas.

O negativo em Lavras ficou com a construção civil, que gerou 77 vagas e fechou 122, deixando um saldo negativo de 45 vagas. A indústria de transformação e o setor de serviço também foram negativos.

Em Varginha a indústria de transformação, a construção civil e comércio foram os setores que mais demitiram e fecharam no vermelho. Aquela cidade teve um superávit na geração de empregos através do setor da agropecuária.

O estado de Minas Gerais também teve um saldo positivo na geração de empregos em junho. Minas abriu 177.892 vagas de empregos e fechou 168.146, terminando junho com um saldo positivo de 9.746 empregos.

Já no país a situação não foi das melhores, o Brasil fechou o mês de junho com um saldo negativo na geração de empregos. Foram contratadas 1.453.335 pessoas em junho e foram demitidas 1.564.534 empregados. O Brasil fechou o mês de junho com um saldo negativo de 111.199 empregos.

jornaldelavras.

Compartilhe

Copyright © Guia BrasilNet - Guia BrasilNet trás Busca,Empresas,Serviços, Notícias, Humor, Dicas, Promoções, Oportunidades e Negócios de Minas Gerais